Humana eternidade

Que seja eterno enquanto dure

Que seja bela, a vista da tua janela
O jardim de onde decidir chamar de casa
Que seja leve, cada passo dado
Cada caminho percorrido
Cada poesia por ti entoada

Porque a estrada nem sempre é
A vida que te cerca também não é

Então espero que seja leve
Tua alma, teu interior
Que teus sonhos proporcionem tudo aquilo
Que esse mundo não pode te dar

Que a chama ardendo em ti
Aquela que vem do peito
A que queima tuas entranhas
Que o céu de estrelas nos seus olhos
Que nada disso se apague
Não aqui
Não nesse mundo

Que a tua luz continue pulsante
Até o último dos seus dias
E teu anima, sempre alerta
Enquanto tempo para ti restar

Espero que quando vierem tempestades
A força das águas não seja maior
Do que a sua vontade de nadar
Sua certeza de querer ficar

Que o amargor de certos dias
Não te faça esquecer do porquê lutar

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s