Vai ficar tudo bem, mesmo que você não consiga enxergar isso no momento

DSC_0449.JPG

Tem vezes que tudo parece uma merda, tudo mesmo: família, trabalho, finanças, saúde, estudos, relacionamentos… E tem vezes que é “só” uma (ou algumas) delas, mas não tem jeito, já é suficiente para estragar todo o resto. Estragar, te deixar bolado, te impedir de ver as coisas numa outra perspectiva, sei lá. Nessas horas dá para identificar o ponto específico em que você foi atingido e trabalhar na medida do possível para amenizar a situação nem que seja trabalhando com o que você tem aí dentro de você.

Mas e quando você não sabe a causa dessa tristeza?

É difícil lidar com demônios cujos nomes não sabemos.

O importante é saber que eles têm nome sim, e eles não precisam ser visíveis ou palpáveis para serem reais. Nunca deixe que te façam acreditar que seus problemas não são importantes o suficiente para receberem atenção. E olha: tem uma grande diferença entre isso e se fazer de vítima. Quem se vitimiza não tenta resolver o problema, fica sentado no meio do caminho abordando quem passa até achar alguém que cai. Quem se faz de vítima acaba levando os outros juntos, foca na atenção que vai receber dos outros ao invés de procurar uma solução para o problema em si, e ele pode ser simplesmente (e às vezes, dolorosamente) aprender a lidar.

É necessário pedir ajuda, se cercar de gente de confiança, essas vozes que te sussurram (muitas vezes na calada da noite) que é melhor ficar quieto para não incomodar ninguém não poderiam estar mais erradas. Às vezes elas também podem aparecer falando que vai passar se você deixar quieto, mas esse monstro só vai crescendo e ficando cada vez mais forte? Não. Dê. Ouvidos. A. Elas.

Permita-se o tempo necessário para curar, às vezes sentar um pouco, dar uns passos para trás, são partes necessárias de um processo que vai te levar muito mais longe. Tudo bem demonstrar fraqueza de vez em quando, tudo bem ser humano.

E como o título já diz, vai ficar tudo bem, mesmo que você não consiga enxergar isso no momento.